29 de Janeiro de 2010

 

Iraq inquiry hears defiant Blair

say: I'd do it again

 

 

 

Tony Blair poses the '2010 question' to the

 

Iraq inquiry

 

 

 

Tony Blair has said the Iraq war made the

 

world a safer place and he has "no regrets"

 

about removing Saddam Hussein.Tony Blair

 

 

 

   

         
 
 
 
   
 
 
         
 
 
Amici, Salvate!
 
O descaramento de "certos ingleses" ultrapassa todas as medidas, indeed! Quando este senhor abandonou o Nº 10 e foi no dia seguinte baptizar-se, numa conversão ao catolicismo, a religião da sua Chérie, afirmou publicamente que tinha errado o alvo e que, de facto, não existiam armas de destruição maciça no Iraque. Medo do Inferno? Pois agora já descoibriu  o o consolo da confissão: afinal reafirma publicamente que não errou!
 
 
         
 
Shame on him!
 
Valete.
 
Raulus Antonius
 

publicado por Raúl Mesquita às 18:34 link do post
|  O que é? | favoritos
25 de Janeiro de 2010

 

Salvate Amici!

 

 

  The Beatles (Image provided by Bettmann/Corbis)    Rolling Stones Movie Posters ... 

 

nina-simone  Prince  Lou Reed  1954 -- Elvis Presley ...

 

Há uns anos fazia parte da Selecta de Inglês uma tema aparentemente atraente para os jovens liceais, que se chamava "The Generation Gap". Os respectivos Profs deliravam. A posidonice era ablsoluta. Coitada da rapaziada (excepto dos graxistas, claro!) Pois bem, acabou-se. O outro dia estava na festa de anos do meu irmão e os meus sobrinhos teenagers conheciam músicas destas pessoas que vedes acima.  A minha sobrinha Mafalda disse que a filha dela, que tem seis anos, também conhece estas músicas. Gap indeed! 

 

Bem, isto mostra que já não há génio inventivo, é verdade!  Eles ouvem as nossas músicas no original ou, quando muito, em remake. Estamos na altura de ir às boîtes como as nossas sobrinhas e sobrinhos. Talvez só tenhamos uma lição a dar-lhes: ensinar alguns passos...

 

Valete,

 

Raulus Antonius.

 

publicado por Raúl Mesquita às 17:27 link do post
|  O que é? | favoritos
25 de Janeiro de 2010

 

Amici, Salvate!

 

Não estou certo de poderem click no link e entrarem. Se não conseguirem, peço que façam copy/paste para a "barra de endereços".

 

<object style="height: 344px; width: 425px"><param name="movie" value="http://www.youtube.com/v/cL9Wu2kWwSY"><param name="allowFullScreen" value="true"><param name="allowScriptAccess" value="always"><embed src="http://www.youtube.com/v/cL9Wu2kWwSY" type="application/x-shockwave-flash" allowfullscreen="true" allowScriptAccess="always" width="425" height="344"></object>

 

Fantastic, Scaring, Formidable, Bewildering! My assessment: The few rich get more and $$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$ MORE! They will get even MORE when, by 2049, computors may overtake human minds... Think of it. Raúl.
 
Valete,
 
Raulus Antonius (in humanitate credo)
 

 

 

publicado por Raúl Mesquita às 17:16 link do post
|  O que é? | favoritos
20 de Janeiro de 2010

 

Amici, Salvate!

 

A ópera Carmen, de Bizet, que, segundo alguns, levou este compositor ao suicídio, por causa das más críticas, é, juntamente, com o anterior D. Giovanni , de Mozart, uma ópera que me faz pensar muito. Agora falemos da primeira, da Carmen.

 

Lembro-me de há uns anos, por mera coincidência, ter visto um programa sobre a Carmen na RTP 2 (?), com a " liderança" da Maria João Seixas. Dizia esta Senhora que a Carmen era o protótipo da mulher liberta, e concordo, mas não pelas mesmas razões.

 

Peço que, se estiverem interessados, revejam esta ópera com a máxima atenção. A Miss Seixas alegava que a Carmen era uma mulher liberta porque virou as costas ao D. José porque mudou, sem problemas, para o Toreador. Conheço bem a ópera e, cada vez que a revejo, presto mais atenção, nas várias produções, e constato que a Carmen não é a mulher livre  " moderna" que muda de amante, " à la Seixas", mas é a mulher eterna que seduz o toreador para testar o amor do D. José, que anda a monte por causa dela. Ela só atinge a suprema felicidade quando morre às mãos do D. José! Machismo meu? Grandeza da Mulher e só as feministas não querem (não sabem?)  compreender a grandeza Mulher! O outro dia ouvi uma escritora dizer na Telefonia que não compreendia como é que uma mulher podia não ser feminista. Que poderia responder a tal Senhora: não compreeendo um homem que não seja machista?

 

Pensemos em tudo isto. Amo-te Carmen!

 

Valete,

 

Raulus Antonius.

 

 

publicado por Raúl Mesquita às 02:21 link do post
|  O que é? | favoritos
16 de Janeiro de 2010

 

 

 

 

 

Amici, Salvate!                  

         

     

 

 

 

Como se não bastasse ter aprendido a falar francês aos cinco anos, agora, uns anos mais tarde, ando a aprender a tocar piano e, coisa rara, comecei hoje a aprender danças de salão. Sim , daquelas bem posidónias, pelo menos assim achava quando tinha quinze anos. Hoje em dia acho divertido. Na primeira aula, reparei como poisar a mão direita para agarrar as costas da Lady: é preciso levantar o cotovelo direito para dar o ar argentino. E, tal como no piano, tudo tem a ver com tempos, é muita giro!

 

Há muitos anos (serão assim tantos?) que danço o rock'n roll e o tcha, tcha, tcha e os slows, neste caso, dois passos para a esquerda, um para a direita (não era preciso levantar tanto o cotovelo direito (cansa!), afinal só dançavamos em festas e nas boîtes... não no Salão!

 

Chegou a hora de aprender o tango, mesmo sem ter bigode e apesar de já não fumar e de não ter a ponta dos dois dedos bem amarela, e a hora dos paso doble (lembram-se do circo no Coliseu?), dança que achava ridícula. Pois é, agora quero ser ridículo e fazer aqueles trejeitos com um par simpático e, na dança, obediente a mim, claro. The man takes the lead! 

 

Grande meta: a finalíssima: o meu par de fato lantejoulas verde-alface, eu de blazer e de laço excatamente da mesma cor em lantejoulas, cela va de soi...

 

Que acham? Estou a dar sinais de arteriosclerose? Se acham que sim, previnam-me, svp!
 

 

       

 

       

 

Valete.

 

Raulus Antonius.

 

publicado por Raúl Mesquita às 02:36 link do post
|  O que é? | favoritos
11 de Janeiro de 2010

Salvate, Amici!

 

 

Dedico este  post a si, Cara   !

 

O bem que o humor de muitos dos seus  posts me tem feito, nem calcula! Há para aí tanta coisa " séria", tanta " quem dá, recebe...", mas muito pouco da firmeza a que estou habituado e que a Helena tem, evidentemente! Tenho pena que em Portugal sejamos já poucos com aquele jeito tão lisboeta d'antan!

 

Continue, je vous prie. Muitos de nós precisamos da sua boa disposição no meio, e com consciência, do Caos.

 

Bem-haja!

 

Valete!

 

Raulus Antonius in Olissipone 

 

 

publicado por Raúl Mesquita às 03:29 link do post
|  O que é? | favoritos
05 de Janeiro de 2010

 

 

Amici, Salvate!

 

 
 
Já estamos a chegar a 1930:  o 1º cauteloso passo...
 
Quando ia publicar um link de hoje da BBC sobre "Quitting smoking 
highly increases the risk of Diabetes Type 2", reparei que já não estava
na Google Page mas...
mas tentem encontrar o artigo. Muito interessante, indeed! 
 
Valete.
 
Raulus Antonius. 
 
        
 
              
 
 
E tudo o resto é dor de cotovelo e revolta das mulheres feias e 
de homossexuais não assumidos... Dixit!
 
Post Scriptum:  
Não esqueçamos que o cigarro tem, por  causa da boca e
dos maneirismos associados, como, por exemplo,
o fumo que se expele, uma conotação de pecado,
desde o século XIX, altura em que este hábito (VÍCIO?) se generalizou.
Já foi pecado beber nos EUA (coitadinhas das indefesas
mulheres que apanhavam dos maridos ébrios! Quem se refere ao 
contrário e ao dito "rolo da massa" dos pariodiantes de Lisboa?)
Reduzido o consumo de álcool (e mantido) no RU durante a guerra de
1914-1918:
 
"Women have to be sober in order to be productive in the factories
 
where the cannons are produced by them"! 
 
Men are at the front, smoking,
not drinking! They fight for Freedom... LOL! (How sad!)
 
So do Families live for their countries!
 
E, permitam-me, mais uma nota: os governos estão-se nas tintas para a
saúde pública, se exceptuarmos o outro lado da coisa, as despesas
hospitalares, e têm de reprimir  alguns prazeres, se não como poderiam 
manter o Poder? (que, realmente, os ultrapassa, ou seja, aos próprios 
governos) Ora se abre uma porta, ora logo se fecha outra! 
 
              ENJOY LIFE! 
 
 Quality of life is not an "omnipotent" excuse!
 
 
 
 
   

 

 

.

publicado por Raúl Mesquita às 16:38 link do post
|  O que é? | favoritos
02 de Janeiro de 2010

 

Amici, Salvate!

 

Comecemos, se me permitem, este 2010 AD com o Tartufo, um delicioso  fungus preto ou branco com um perfume intenso quando cozinhado. O branco é mais caro, mas o outro está longe de ser barato. Só alguns porcos e cães treinados podem, pelo faro, decobri-los.

 

Ora, O Tartufo da commedia d'el arte e de Molière é, de facto, uma personagem inspirada nestes funghi. Difícil de descobrir porque mente com arte, engana muitos e, desgraçados dos que o farejam: correm o risco de ostracismo. Os tartufos, espécie abundante na humanidade,  vestem-se de preto. O tartufo preto é, como acima dissemos, mais barato. Na espécie humana, esta cor inspira mais austeridade, humildade... O tartufo apregoa estas virtudes mas é um vampiro sequioso de sangue; só se sartisfaz a destruir, com o objectivo de se sentir superior aos outros. Para tal, tem de se mostrar subserviente, modesto... al nero...

 

Mas por que escolhi este tema no início deste Ano? Bem, é que tenho caído, com mais frequência, nas malhas de alguns tartufos há uns tempos, mas (infeliz/felizmente?) farejei-os logo. Porém, a minha luta contra os tartufos-homem, travo-a há décadas. Creio, no entanto, ser chegado o momento de ir mais longe e pedir a todos os bem-intencionados, que farejem este espécie animal sub-humana. Comecei a conhecê-los logo na escola primária, diga-se. 

 

Infelizmente (felizmente?) para mim, sou "cão" que sabe farejá-los, soube-o sempre.

 

Correr com eles? Não, não é possível pois de tal massa é também feita a humanidade, mas podemos treinar a nossa percepção para nos defendermos e sermos mais a sabê-lo fazer. Quanto aos comestíveis, as trufas, esses prezo e bem!

 

Bonus 2010 AD!

 

Valete.

 

Raulus Antonius.

 

publicado por Raúl Mesquita às 18:19 link do post
|  O que é? | favoritos
Janeiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
17
18
19
21
22
23
24
26
27
28
30
31
subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Sabe, se V. não fosse europeísta não se chamava G....
Sabe, essa ideia de Europa Unida acho que é uma fi...
Obrigada pela visita.George Sand com toque feminin...
Cara George Sand:Gostei da sua visita e fui também...
É lindo o cravo. Convida a silêncios. Entrelaçados...
Tailon , óntos ?
Sou eu quem deve pedir desculpa então.Muito prazer...
A desculpe.Meu nome é Thailon mesmo. Thailon Azeve...
Caro Thailon:Obrigado por ter respondido à minha p...
Sim.Bem, como pode perceber, minha cantora predile...
Caro Thailon:Decerto reparou no último parágrafo d...
Mesmo sabendo que você fez esta lista com gostos p...
Meu querido Raul, o MesquitaA possibilidade de uma...
Deve com certeza ter, Cara Helena. Fascina-me a be...
Que belíssima peça e que som maravilhoso não terá....
Augusto-o-Ilustre:Agradeço as tuas sempre prontas ...
Meu amigo Raul, o MesquitaA música está sempre pre...
Cara Helena:Obrigado pela sua visita. Compreendo q...
O que me choca na foto:- Duas mulheres sem cabeça-...
Meu querido amigo Raul, o MesquitaNa época da guer...
Meu Caro:Vá por mim, não perca tempo com o Google ...
Ao Ilustre:Muito obrigado pelas tuas, sempre genti...
Ao Ilustre:Muito obrigado pelas tuas, sempre genti...
Este texto, mais que formular opinião, é uma aula ...
Caríssimo Raul, o MesquitaTenho que aceitar que a ...
Saudações! Já lhe terá ocorrido espreitar na lite...
Augusto, O Ilusre:Ficcionei ao escolher a ficção, ...
Meu caro amigo Raul, o MesquitaNão caias no erro d...
O Para vir. Com o álibi da troika! Estou à espera ...
Querido Amigo:Compreendo bem as tuas palavras e ag...
blogs SAPO