15 de Outubro de 2009

Para além da associação que fazemos, nos tempos que correm, entre Henry Kissinger (Prémio Nobel da Paz!) e Donald Rumsfeld, a minha Mente lembrou-se de associar mais um homem: Louis B. de Mayer, sim, o do Leão, And when The Lion Roars...!  

 

Estamos perante três leões, todos de ascendência europeia, dois alemães, o terceiro, russo, e todos americanos com um passado familiar comum. Vingaram e vingaram-se da pobreza e do escárnio de que eram alvos na Europa de então, ou então fugiram da perseguição Nazista (caso da família Kissinger). As suas famílias emigraram para a terra prometida - The USA! Cresceram e enriqueceram e, então, arquitectaram, com a ajuda de um Deus Vingador, a revanche. Os dois primeiros detestam a humanidade e entretêm-se a tentar derstrui-la, ressalvando "um grupinho de pessoas"  para haver quem os sirva; o terceiro detestou-a  microcosmicamente, à medida da MGM. Pagava a médicos para darem injecções com o objectivo de tirar da cama actores muito jovens e, à noite, injecções para os fazer dormir. Quem não se lembra da morte  de Judy Garland, viciada que estava em barbitúricos (o problema é: quem a viciou?) L B tratava as pessoas que o serviam quase da mesma maneira que os donos dos aviários maltratam os desgraçados dos frangos.

 

Não estou a generalizar de forma alguma, refiro-me a estes três homens em particular, mas deixo uma pergunta: que Deus é o Deus destes homens?

publicado por Raúl Mesquita às 13:31 link do post
|  O que é? | favoritos
15 de Outubro de 2009

Na noite passada, lá pelo raiar da minha Aurora, circa 10am, travava eu aquela luta, de nós todos tão bem conhecida, entre a minha Vontade e a minha Mente. São opostas então? Parece que sim, a dar crédito à Experiência! Carregamos estes dois lados de humanos semi-deuses... Ganhou a Mente e eu não readormeci para mais uns minutos de "esquecimento". You win some you lose some. Mas tentei, não dei tréguas imediatas. E a Mente, avassaladora, brotava em toda a sua energia! Pensamentos não escolhidos invadiram-me (é muito curioso o fenómeno da Mente e da sua própria Vontade! - a ser objecto de um estudo aprofundado), entre os quais, a ideia de que "eu acerto mais vezes do que erro, logo, quando se dá o último caso, não me custa nada 'dar o braço a torcer' ". Seguiu-se logo o pensamento concludente: "desgraçados dos que, inversamente, erram mais vezes do que acertam porque esses não conseguem dar o braço a torcer, nem uma vez!".

 

Partilho convosco esta minha intimidade.

 

Bom dia a todos! 

publicado por Raúl Mesquita às 13:14 link do post
|  O que é? | favoritos
Outubro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
14
16
18
21
22
23
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Sabe, se V. não fosse europeísta não se chamava G....
Sabe, essa ideia de Europa Unida acho que é uma fi...
Obrigada pela visita.George Sand com toque feminin...
Cara George Sand:Gostei da sua visita e fui também...
É lindo o cravo. Convida a silêncios. Entrelaçados...
Tailon , óntos ?
Sou eu quem deve pedir desculpa então.Muito prazer...
A desculpe.Meu nome é Thailon mesmo. Thailon Azeve...
Caro Thailon:Obrigado por ter respondido à minha p...
Sim.Bem, como pode perceber, minha cantora predile...
Caro Thailon:Decerto reparou no último parágrafo d...
Mesmo sabendo que você fez esta lista com gostos p...
Meu querido Raul, o MesquitaA possibilidade de uma...
Deve com certeza ter, Cara Helena. Fascina-me a be...
Que belíssima peça e que som maravilhoso não terá....
Augusto-o-Ilustre:Agradeço as tuas sempre prontas ...
Meu amigo Raul, o MesquitaA música está sempre pre...
Cara Helena:Obrigado pela sua visita. Compreendo q...
O que me choca na foto:- Duas mulheres sem cabeça-...
Meu querido amigo Raul, o MesquitaNa época da guer...
Meu Caro:Vá por mim, não perca tempo com o Google ...
Ao Ilustre:Muito obrigado pelas tuas, sempre genti...
Ao Ilustre:Muito obrigado pelas tuas, sempre genti...
Este texto, mais que formular opinião, é uma aula ...
Caríssimo Raul, o MesquitaTenho que aceitar que a ...
Saudações! Já lhe terá ocorrido espreitar na lite...
Augusto, O Ilusre:Ficcionei ao escolher a ficção, ...
Meu caro amigo Raul, o MesquitaNão caias no erro d...
O Para vir. Com o álibi da troika! Estou à espera ...
Querido Amigo:Compreendo bem as tuas palavras e ag...
blogs SAPO