16 de Janeiro de 2010

 

 

 

 

 

Amici, Salvate!                  

         

     

 

 

 

Como se não bastasse ter aprendido a falar francês aos cinco anos, agora, uns anos mais tarde, ando a aprender a tocar piano e, coisa rara, comecei hoje a aprender danças de salão. Sim , daquelas bem posidónias, pelo menos assim achava quando tinha quinze anos. Hoje em dia acho divertido. Na primeira aula, reparei como poisar a mão direita para agarrar as costas da Lady: é preciso levantar o cotovelo direito para dar o ar argentino. E, tal como no piano, tudo tem a ver com tempos, é muita giro!

 

Há muitos anos (serão assim tantos?) que danço o rock'n roll e o tcha, tcha, tcha e os slows, neste caso, dois passos para a esquerda, um para a direita (não era preciso levantar tanto o cotovelo direito (cansa!), afinal só dançavamos em festas e nas boîtes... não no Salão!

 

Chegou a hora de aprender o tango, mesmo sem ter bigode e apesar de já não fumar e de não ter a ponta dos dois dedos bem amarela, e a hora dos paso doble (lembram-se do circo no Coliseu?), dança que achava ridícula. Pois é, agora quero ser ridículo e fazer aqueles trejeitos com um par simpático e, na dança, obediente a mim, claro. The man takes the lead! 

 

Grande meta: a finalíssima: o meu par de fato lantejoulas verde-alface, eu de blazer e de laço excatamente da mesma cor em lantejoulas, cela va de soi...

 

Que acham? Estou a dar sinais de arteriosclerose? Se acham que sim, previnam-me, svp!
 

 

       

 

       

 

Valete.

 

Raulus Antonius.

 

publicado por Raúl Mesquita às 02:36 link do post
|  O que é? | favoritos
Raúl, lembrou-me o "A menina dança?" para mim o mais curioso livro da nossa Rita.
E onde anda o amigo a bailar? Nos Alunos de Apolo?
Helena Sacadura Cabral a 17 de Janeiro de 2010 às 23:40
Pois é, Helena, aquele livro da Rita, em que a outra face de Janus, que todos temos, se revela... Não, não é tão antigo como o deus Apolo, é mais recente: passa-se num dos modernos ginásios do Liceu Camões! Dar-me-á a honra de vir (sei lá quando!) à finalíssima para me ver com o meu par a dançar de lantejoulas cintilantes? Abreijo, Raúl.
Raúl Mesquita a 18 de Janeiro de 2010 às 03:29
Janeiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
17
18
19
21
22
23
24
26
27
28
30
31
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Sabe, se V. não fosse europeísta não se chamava G....
Sabe, essa ideia de Europa Unida acho que é uma fi...
Obrigada pela visita.George Sand com toque feminin...
Cara George Sand:Gostei da sua visita e fui também...
É lindo o cravo. Convida a silêncios. Entrelaçados...
Tailon , óntos ?
Sou eu quem deve pedir desculpa então.Muito prazer...
A desculpe.Meu nome é Thailon mesmo. Thailon Azeve...
Caro Thailon:Obrigado por ter respondido à minha p...
Sim.Bem, como pode perceber, minha cantora predile...
Caro Thailon:Decerto reparou no último parágrafo d...
Mesmo sabendo que você fez esta lista com gostos p...
Meu querido Raul, o MesquitaA possibilidade de uma...
Deve com certeza ter, Cara Helena. Fascina-me a be...
Que belíssima peça e que som maravilhoso não terá....
Augusto-o-Ilustre:Agradeço as tuas sempre prontas ...
Meu amigo Raul, o MesquitaA música está sempre pre...
Cara Helena:Obrigado pela sua visita. Compreendo q...
O que me choca na foto:- Duas mulheres sem cabeça-...
Meu querido amigo Raul, o MesquitaNa época da guer...
Meu Caro:Vá por mim, não perca tempo com o Google ...
Ao Ilustre:Muito obrigado pelas tuas, sempre genti...
Ao Ilustre:Muito obrigado pelas tuas, sempre genti...
Este texto, mais que formular opinião, é uma aula ...
Caríssimo Raul, o MesquitaTenho que aceitar que a ...
Saudações! Já lhe terá ocorrido espreitar na lite...
Augusto, O Ilusre:Ficcionei ao escolher a ficção, ...
Meu caro amigo Raul, o MesquitaNão caias no erro d...
O Para vir. Com o álibi da troika! Estou à espera ...
Querido Amigo:Compreendo bem as tuas palavras e ag...
blogs SAPO